Flavio Cruz

Vou deixar umas coisas

O trem está chegando,
e vou ter de deixar, com certeza,
muita bagagem para trás.
Uma mala cheia de tristeza
que não quero carregar,
outra com rancores, dissabores,
dos quais não preciso mais.
Uma outra com desaforos
dos quais queria me vingar
e agora não quero mais.
Um sacolão enorme de segredos
que queria desvendar,
mas agora são de pouco pesar.
Até uma caixa grande
com coisas esquecidas
que juntei pela vida
e que não quero mais lembrar.
Para dizer a verdade,
vou te dizer que, nada mesmo,
disso, vou necessitar.
Talvez um pouco de esperança,
mas essa, posso, com cuidado,
carregar na lembrança
e usar quando precisar.
Só vou levar as roupas do corpo,
mas é mais mesmo
para não dar o que falar.
Definitivamente, de nada preciso
para onde vou viajar
e, quem sabe, de vez, ficar.
 

 

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Flavio Cruz.
Published on e-Stories.org on 02/03/2016.

 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

Does this Poem/Story violate the law or the e-Stories.org submission rules?
Please let us know!

Author: Changes could be made in our members-area!

More from category"Life" (Poems)

Other works from Flavio Cruz

Did you like it?
Please have a look at:

Amores - Flavio Cruz (Love & Romance)
Being interested - Inge Hoppe-Grabinger (Life)
Stars - Christiane Mielck-Retzdorff (Life)