Antonio Justel Rodriguez

MINHA PRÓPRIA INQUISIÇÃO [juventude atraente]




... não vou parar;
Eu preciso lutar com Deus, com ruínas e trincheiras,
pegue meu corpo, acenda fogueiras em todos os seus cantos
e levante-se diante da morte;
... preciso ousar, ter amigos e inimigos,
invadir a noite e derrubá-la,
reconstruir as luzes e originar o mundo;
Eu preciso da terra quente e fria,
a sede mortal de quem deseja e se afoga;
Eu preciso de outra pele para vestir
saqueie o sangue e veja
que o arco na consciência quebrou;
… Preciso saber que sou um deus total quebrando e juntando;
preciso exercitar a vida;
Preciso sentir que sou um ser humano bruto e útil: uma mulher, um homem.
***
Antonio Justel Rodríguez
https://www.oriondepanthoseas.com
***

All rights belong to its author. It was published on e-Stories.org by demand of Antonio Justel Rodriguez.
Published on e-Stories.org on 03/14/2023.

 
 

Comments of our readers (0)


Your opinion:

Our authors and e-Stories.org would like to hear your opinion! But you should comment the Poem/Story and not insult our authors personally!

Please choose

Previous title Next title

More from this category "General" (Poems in portuguese)

Other works from Antonio Justel Rodriguez

Did you like it?
Please have a look at:


THAT LAST - Antonio Justel Rodriguez (General)
Tounge-Twisters - Jutta Walker (General)
Being interested - Inge Hoppe-Grabinger (Life)